Textos que a gente encontra e dá risada

Tags

, ,

Arrumando a estante, encontrei algumas redações minhas de quando estava tentando passar para o vestibular de medicina (Thanks God, me livrei disso já). Uma delas, eu achei tão engraçada que tive que vir aqui compartilhar.

É uma carta em que uma irmã devia convencer o irmão a fazer algo. Na minha redação eu escolhi ser uma irmã que tentava convencer o irmão a lhe emprestar o carro. Segue abaixo o meu texto.

  Continuar lendo

A Saga Assassin’s Creed e o livro de Oliver Bowden

Tags

, , ,

Mais uma vez, venho aqui trazer uma resenha depois de muito procrastinar. Quem acompanha o blog – alguém lê isso aqui? – sabe que é a história da minha vida. O livro de hoje é do autor Oliver Bowden e foi inspirado na famosa franquia de jogos da Ubisoft, Assassin’s Creed.

Clique na imagem para ir à página do livro no Skoob

Clique na imagem para ir à página do livro no Skoob

Está aí um livro que causou opiniões mais diversas do que o faz a Valeska, poposuda. Leitores tem pela obra uma verdadeira relação de amor e ódio que eu nunca tinha visto nesse tipo de leitura (só em Crepúsculo e Cinquenta tons de Cinza). Isso tem um motivo simples. A questão é que basicamente a obra teve dois tipos de consumidores: os que amam a saga de jogos e queriam se aprofundar na história e os que nunca jogaram e queriam conhece-la. Eu estou no primeiro grupo e me decepcionei assim como quem está no segundo, porém em menor escala.

Quem já conhecia a série, tinha a intenção de pegar o livro e se aprofundar no enredo. Apreciar com detalhes cada momento e missão realizados no jogo. Queríamos (sim, estou me incluindo descaradamente nesse grupo) entender cada nuance da personalidade dos personagens que nos fascinavam tanto. Já quem nunca jogou queria conhecer a história, a saga e se apaixonar pelos personagens dos quais tantos comentam. Também se decepcionaram.

Então para quem nunca leu e buscou nessa resenha uma orientação, acho mais do que digno apresentar vocês ao universo de Assassin’s Creed. Continuar lendo

Método Cornell

Tags

, , ,

O método Cornell é um sistema de anotações criado na década de 50 por Walker Pauk, da Cornell University. Esse método é mencionado no best seller “How to study in College”.

Esse método permite não só condensar as notas como também organizá-las. Para implementá-la, a folha de notas deve ser dividida em três partes: duas colunas e uma parte horizontal. Nesse sistema, deve-se evitar frases longas, preferindo símbolos, palavras chave e abreviações.

Veja um exemplo de como dividir a página de notas:

cornell_notes

 

O preenchimento é bem simples: as notas são postas na área das notas (área 1 da figura); após terminá-las, deve se criar questões ou palavras chaves que sintetizem as anotações (área 2 da figura); após revisar as notas e resolver as questões que tiver criado, crie uma ou duas frases com as suas palavras sobre o conteúdo da página (área 3 da figura).

Para criar suas folhas ao estilo Cornell, você pode usar folhas em branco mesmo ou modelos disponíveis na internet. Basta digitar “Cornell Method” no Google para encontrar vários deles.

Lembrando que esse é apenas mais um dos métodos existentes para tomar notas. Use aquele que for mais conveniente para você e seu curso.

Abaixo um vídeo muito bom sobre o assunto:

Métodos para tomar notas (Note taking system)

Tags

, , ,

Qualquer estudante sabe que fazer anotações durante a aula ou durante o estudo é extremamente importante para o aprendizado. Encontramos hoje diversos métodos de estudo de modo que é bastante difícil que alguém não consiga encontrar seu próprio meio de seguir adiante entre todas as apostilas, livros e resumos.

Vou começar a colocar aqui no blog diferentes técnicas de estudo e, achei importante começar pelo primeiro aspecto que podemos modificar para aprendermos melhor: as anotações. Esses métodos podem ser lineares ou não-lineares:

  • Método Cornell
  • Método de Sentenças

  • Mapas Mentais

  • Charting

  • SQ3R

  • Notas guiadas (Guided Notes)

  • Clustering

  • Princípio da Pirâmide

Resenha Amor Divino – Anne O’Brien

Tags

, , ,

Olá,

Feliz natal atrasado a todos os leitores. Queria estar trazendo um post melhor, mas uma preguiça imensa me atinge nas férias. Principalmente quando eu lembro que vou voltar a estudar em janeiro por causa da greve… #OhGodWhy

Enfim, o livro de hoje é Amor divino (Chosen for the Marriage bed) da autora Anne O’Brien.

 Nas fantasmagóricas profundezas do priorado de Llanwardin Elizabeth de Lacy está a ponto de se tornar uma freira quando lhe dizem que tem que se casar com o inimigo ferrenho de sua família. Lorde Richard Malinder deve providenciar um herdeiro, e sua união com a família de Lacy pode ser proveitosa… mesmo que fosse apenas para manter por perto seus inimigos… Elizabeth não tinha esperado sentir uma atração tão intensa, nem encontrar um Richard tão gentil, compreensivo e incrivelmente charmoso. Seus braços pareciam fortes sob suas mãos e o desejo e a antecipação aumentavam enquanto se dirigiam diretamente ao leito conjugal…

 Foi difícil dar nota a esse livro. Isso porque ele tem diversos aspectos que não me agradaram e ainda assim eu não conseguia parar de ler. O livro em si não é nada demais, mas a história acaba te prendendo até que você termine a leitura.

 Vamos à história:

 Elizabeth de Lacy está em um convento porque preferia isso a se casar com um homem que eu não lembro o nome (Thomas não sei o que). Só que ela rapidamente descobre que viver no convento é uma tortura maior do que imaginava. Assim, quando surge a oportunidade de se casar com outro lorde, ela aceita sem questionar muito. Já Richard Mallinder é inimigo dos De Lacy e, precisando de um herdeiro, resolve matar dois coelhos se casando com Elizabeth.

 Pareceu que a autora quis criar uma história profunda, mas não conseguiu passar do superficial. Por exemplo, os Mallinder e os De Lacy são inimigos, mas quando eles se encontram, a rivalidade parece nascer só das trocas de palavras e não daquela amargura de muitos anos. Ou seja, é como se não fossem realmente inimigos por tantos anos.

 Além disso, os De Lacy apoiam os Plantagenetas, enquanto os Mallinder apoiam Enrique. Eu achei sinceramente que haveria alguma conspiração real, que reis sofreriam ataques e tudo mais, mas isso não acontece em nenhum momento. A autora ignora isso solenemente até o final do livro quando Richard explica porque apoia Enrique.

 Como se isso não bastasse, o livro tentou envolver a feitiçaria (a tradução traz nigromancia) e novamente não conseguiu. Eu particularmente não gosto de livros de bruxas e feitiços que NÃO apresenta bruxas e feitiços direito. O único feiticeiro é o Nicholas Capel que trabalha para o tio de Elizabeth, John de Lacy. Vale mencionar que o livro começa com Elizabeth e a aia dela, Jane, praticando a arte da adivinhação, mas a feitiçaria delas para por aí. Depois vemos os “nigromantes” descobrirem que Elizabeth está grávida só olhando pra ela e Jane chega a envenenar uma mulher com beladona, mas são coisas que qualquer velha curandeira da época saberia.

 A própria Elizabeth em si só tenta praticar a adivinhação uma vez depois que se casa e mesmo assim não consegue. Eu fiquei com uma cara de nhé esperando alguém conjurar algum feitiço… Acho que isso influenciou para que eu não gostasse tanto da história.

 Chegamos então ao Richard. Ele é claramente o príncipe encantado, perfeito, que vem em um cavalo negro. Ps porque no livro ele é conhecido como Mallinder Negro, mas só porque seu cabelo é preto. Mais uma vez: cara de nhé. O homem é educado, paciente, bonito, carinhoso, etc, etc, etc. Há um momento em que ele julga a Elizabeth antes de saber realmente o que aconteceu, mas foi o único, eu disse o ÚNICO, deslize do homem. Não gosto de personagens perfeitos.

 Em contrapartida, e acho que chegou a hora de ressaltar o que eu gostei no livro, Elizabeth foi uma personagem bem criada. Ela tem virtudes e defeitos fáceis de se identificar, fazendo você sentir raiva por ela e torcer pelo seu sucesso logo depois. Primeiro, ela é bem magra e foi maltratada tanto nas terras dos de Lacy quanto no convento. Isso gera uma insegurança quando ela se compara com a primeira mulher de Richard, Glwadys. (Eu me recuso a comentar sobre essa mulher porque foi mais um ponto mal aproveitado e se eu falasse sobre, acabaria contando tudo o que se tem pra saber)

 Apesar de muito leal ao Richard, Elizabeth é impulsiva, teimosa e meio inconsequente. Ela age primeiro e pensa depois. Um defeito, um que me irritou bastante, mas que tornou a personagem mais verídica. Isso eu gostei.

 Um ponto que a autora desenvolveu muito bem, foi a relação de insegurança entre o Richard e a Elizabeth. Eles tentam confiar um no outro, mas assuntos mal resolvidos entre os dois faz com que antigas mágoas ressurjam volta e meia. Isso ficou muito bem escrito e foi um dos pontos altos da história na minha opinião, senão o maior deles. A intriga criada também foi boa, mas não uma das melhores. De qualquer jeito, acho que estaria mais para ponto positivo do que negativo.

 No geral, o livro é bom, mas eu não acho que o leria novamente. Só se estivesse desesperada e não houvesse nenhum outro a mão. Anne O’Brien me decepcionou um pouco com esse livro. Eu geralmente adoro os livros dela.

 Então, você também leu o livro? Conte nos comentários o que você achou.

Resenha: Cilada – Harlan Coben

Tags

, ,

Ninguém consegue escapar das próprias mentiras.

 Eu sabia que minha vida seria destruída se abrisse aquela porta vermelha Isso pode parecer melodramático e de mau agouro. (…) No entanto, enquanto eu caminhava em direção a ela sob a luz débil de um poste distante, a escuridão parecia se abrir como uma boca prestes a me devorar inteiro.

Clic. Articule.

Mais uma vez fui positivamente surpreendida com a capacidade literária de Harlan Coben, um dos grandes autores de suspense em minha opinião. A narrativa não é confusa como ocorre em alguns livros do gênero, pelo contrário, elas seguem um padrão lógico que tenta responder as dúvidas e hipóteses que surgem no próprio leitor. Além disso, a linguagem é simples e o conteúdo profundo, uma excelente e viciante combinação.

 No livro, há inicialmente três histórias paralelas que se cruzam e se interligam com o passar do enredo. A primeira é de Dan Mercer, assistente social, que recebe o telefonema de uma adolescente que precisa de ajuda e vai ao encontro dela. A segunda é de Wendy Tynes, uma repórter, que investiga e tenta desmascarar na tv pedófilos. A terceira é de Haley McWaid, uma adolescente de 17 anos, aluna exemplar que desaparece sem motivos. Logo de cara, duas dessas histórias se cruzam. Wendy arma para Dan porque há indício de que ele é um pedófilo. Paralelamente, Haley desaparece sem que ninguém consiga achar nenhuma pista. Continuar lendo

Onde encontrar e-books para baixar

Tags

, ,

Olá novamente. Quem me conhece e sabe que sou obcecada por livros, sabe que frequentemente acabo com todo o meu salário em livrarias e afins. Como se não fosse o bastante, ainda crio uma pequena dívida com a mamãe.

Por isso, uma amiga minha me mandou o link de um site (lendo.org) que selecionou 40 sites de onde baixar e-books. Vou colocar esses 40 links aqui e aos poucos vou aumentando conforme eu for descobrindo novos.

Sites para baixar livros gratuitos

  1. Baixar Livros Grátis, site recém lançado com um catálogo razoável de clássicos da literatura brasileira e estrangeira.
  2. Bartleby, eles têm uma das melhores coleções de literatura, versos e livros de referência com acesso gratuito.
  3. Biblomania, uma grande coleção de textos clássicos, livros de referência, artigos e guias de estudo.
  4. Books-On-Line, um diretório com mais de 50 mil publicações (a maioria grátis). A busca pode ser feita por autor, tema ou palavra-chave.
  5. Bookstacksconta com cerca de 100 livros de 36 autores diferentes. Os livros podem ser lidos on-line ou baixados em formato PDF.
  6. Bored.com, milhares de livros clássicos para ler ou fazer download. É possível encontrar livros de música, jogos, culinária, ciências e viagens.
  7. Classic Book Library, uma biblioteca gratuita que contém romances de mistério, ficção científica e literatura infantil.
  8. Classic Bookshelf, biblioteca eletrônica de livros clássicos. Tem um programa de leitura que permite a visualização mais fácil dos arquivos.
  9. Classic Reader, coleção de clássicos de ficção, poesia, contos infantis e peças de teatro. Mais de 4 mil obras de centenas de autores.
  10. Ebook Lobby, centenas de ebooks gratuitos ordenados em categorias que vão desde técnicas empresariais e arte até informática e educação.
  11. EtextCenter, mais de 2 mil ebooks gratuitos procedentes da Biblioteca Etext Center da Universidade da Virgínia. Inclui livros clássicos de ficção, literatura infantil, textos históricos e bíblias.
  12. Fiction eBooks Online, centenas de peças de teatro, poemas, contos, livros ilustrados e novelas clássicas.
  13. Fiction Wise, obras de ficção científica gratuitas. Além disso é uma loja de livros.
  14. Full Books, milhares de livros completos dos mais diversos assuntos, ordenados por título.
  15. Get Free Books, milhares de livros gratuitos de quase todos os temas imagináveis. Encontram-se disponíveis para download imediato.
  16. Great Literature Online, vasta coleção de títulos ordenados por autor. Além de fornecer textos em formato HTML, proporciona uma linha de tempo biográfica e lista de links sobre o autor consultado.
  17. Hans Christian Andersen, coleção maravilhosa de histórias e contos de fadas de Hans Christian Andersen.
  18. Internet Public Library, fundada por um grupo da University of Michigan’s School of Information e Michigan SI students. Contém uma antologia com mais de 20 mil títulos.
  19. Literature of the Fantastic, pequena coleção de ficção científica e livros de fantasia, com links para grupos de discussão.
  20. Literature Project, coleção gratuita de textos clássicos e poesia. Esse site tem um programa de leitura em voz que pode ser baixado.
  21. Magic Keys, contos ilustrados para pessoas de todas as idades.
  22. Many Books, mais de 20 mil ebooks gratuitos para PDAs, iPods e similares.
  23. Master Texts, base de dados gratuita que contém obras-primas da literatura, as quais podemos buscar por título, tema e autor.
  24. Open Book Project, site orientado à comunidade educativa. Proporciona livros didáticos gratuitos e outros materiais educativos on-line.
  25. Page By Page Books, centenas de livros clássicos que podem ser lidos página por página.
  26. Project Gutenberg, mais de 25 mil títulos gratuitos estão disponíveis no Projeto Gutenberg. Adicionalmente há outros 100 mil títulos através de seus afiliados.
  27. Public Literature, uma enorme coleção de literatura de grande qualidade que mostra autores clássicos e obras modernas do mundo inteiro.
  28. Read Print, biblioteca on-line com milhares de livros, poemas e peças de teatro para estudantes e professores.
  29. Ref Desk, seleta compilação de enciclopédias e outros livros de referência.
  30. The Online Books Page, lista com mais de 30 mil livros grátis da Universidade da Pensilvania.
  31. The Perseus Digital Library, projeto criado pela Biblioteca Virtual da Universidade de Tufts que possui textos clássicos e renascentistas.

Sites pra baixar audiobooks grátis

  1. Audio Literature Odyssey, versões na íntegra de novelas, poemas, contos e obras literárias lidas na voz do ator Nikolle Doolin.
  2. Audio Treasure, Audio Bíblia gratuita em formato Mp3. Inclui links para audiobooks cristiãos (aprecie com moderação, conteúdo perigoso).
  3. Classic Poetry Aloud, podcasts de poemas clássicos e literatura inglesa.
  4. Free Classic Audio Books, dúzias de clássicos para baixar e ouvir no mp3, mp4 e iPods.
  5. Learn Out Loud, diretório que contém mais de 500 títulos em áudio e vídeo. Inclui audiobooks, discursos e conferências.
  6. Librivox, um dos melhores sites com audiobooks de dominio público.
  7. Lit2Go, coleção de autores clássicos e literatura infantil digitalizados pela Florida’s Educational Technology Clearinghouse.
  8. Literal Systems, lista de audiobooks para download.
  9. Spoken Alexandria Project, livraria sob licença Creative Commons com obras clássicas e atuais.
  10. Classics Podcast, contém links para podcasts de leituras em latim e textos em grego antigo.

Espero que tenham curtido. Logo, eu virei com mais novidades.

 

OBS: a Imagem utilizada é da Biblioteca do Museu da República, Catete, Rio de Janeiro, e foi tirada do site http://www.museudarepublica.org.br/pesquisa2.html

Os livros mais vendidos do mês de Outubro

Em dúvida sobre o que ler no próximo mês? A partir de agora, passarei a colocar todo mês os livros mais vendidos para ajudar vocês a decidirem suas leituras.

Ficção

  • 50 tons de cinza – E. L. James
  • 50 tons mais escuros – E. L. James
  • Toda sua – Silvia Day
  • Um porto seguro – Nicholas Sparks
  • Inverno do Mundo – Ken Follet
  • A Escolha – Nicholas Sparks
  • A Guerra dos Tronos – George R. R. Martin
  • A Dança dos Dragões – George R. R. Martin
  • O Casamento – Nicholas Sparks
  • Ps: Eu te amo – Cecelia Ahern
  • Para sempre; a história que inspirou o filme – Kim Carpenter/Krickitt Carpenter
  • Diálogos impossíveis – Luís Fernando Veríssimo
  • A Cabana – William P. Young
  • Luxúria – Eve Berlin
  • Manuscrito encontrado em Accra – Paulo Coelho
  • Cida, a empreguete – Leusa Araújo
  • Assassin’s Creed – A cruzada secreta – Oliver Bowden
  • Sem deixar rastros – Harlan Coben
  • Assassin’s Creed – Renascença – Oliver Bowden
  • Anjo da escuridão – Sidney Sheldon

Não-ficção

  • Nada a perder – Edir Macedo
  • A queda – Diogo Mainardi
  • Carcereiros – Drauzio Varella
  • Não há dia fácil – Kevin Maurer
  • One Direction – a biografia
  • O pais dos petralhas II – Reinaldo Azevedo
  • Uma breve historia do cristianismo – Geoffrey Blainey
  • Nunca fui santo – Marcos Reis e Mauro Beting
  • O Livro da psicologia – Vários autores
  • As melhores receitas do que marravilhas – Claude Troisgros
  • Encantadores de vidas – Eduardo Moreira
  • Mentes ansiosas – Ana Beatriz Barbosa Silva
  • 30 minutos e pronto – Jamie Olive
  • Guia politicamente incorreto da história do Brasil – Leonardo Narloch
  • Mentes geniais – Alberto Dell’isolla
  • Guia politicamente incorreto da filosofia – Luiz Felipe Ponde
  • Cinquenta tons de prazer – Marisa Bennett
  • One Direction – Sarah Delmege
  • One Direction – Tudo sobre a banda – Ellen Bailey
  • Guiness World Records 2013 – Guiness Publishing

Auto-Ajuda

  • Mentes brilhantes – Alberto Dell’Isolla
  • Feridas da alma – Padre Reginaldo Manzotti
  • Casamento blindado – Renato e Cristiane Cardoso
  • Eu não consigo emagrecer – Pierre Dukan
  • Nietzsche para estressados – Allan Percy
  • A graça de Deus – Rev. Aldo Quintão
  • Quem pensa enriquece – Napoleon Hill
  • Virando o jogo – Monica de Castro
  • Pelas portas do coração – Zibia Gasparetto
  • Sua vida em movimento – Marcio Atalla
  • Transforme seus sonhos em vida – Eduardo Shinyashiki
  • Ágape – Padre Marcelo
  • O poder do hábito – Charles Duhigg
  • Orfandades – Fábio de Melo
  • O método – Phil Stutz
  • O Segredo – Rhonda byrne
  • O poder do Agora – Eckhart Tolle
  • Por que os homens amam as mulheres poderosas? – Sherry Argov/ Andrea Holcbeg
  • Alguém me tocou – José Carlos de Lucca
  • A lei do sucesso – Jacob Petry

Infanto Juvenil

  • Agapinho – Padre Marcelo
  • Diário de um banana: casa dos horrores – Jeff Kinney
  • Diário de um banana – Jeff Kinney
  • Diário de um banana: faça você mesmo – Jeff Kinney
  • O pequeno Príncipe – Antoine Saint-Exupéry
  • Jogos Vorazes – Suzanne Collins
  • Diário de um banana: a gota d’agua – Jeff Kinney
  • Diário de um banana: Rodrick é o cara – Jeff Kinney
  • A sombra da serpente – Rick Riordan
  • Diário de um banana: dias de cão – Jeff Kinney
  • Diário de uma garota nada popular – Rachel Renee Russell
  • O filho de netuno – Rick Riordan
  • A esperança – Suzanne Collins
  • Monstramigas para sempre – Gitty Daneshvari
  • Em chamas – Suzanne Collins
  • Diário de um banana: a verdade nua e crua – Jeff Kinney
  • Herança – Christopher Paolini
  • Diário de uma garota nada popular 3 – Rachel Renee Russell
  • Querido diário otário, ano 2 – Jim Benton
  • Diário de uma garota nada popular v3.5 – Rachel Renee Russell

Negócios

  • Desperte o milionário que há em você – Carlos Wizard Martins
  • O monge e o executivo – James Hunter
  • A menina do Vale – Bel Pesce
  • Os segredos da mente milionária – T. Harv Eker
  • Casais Inteligentes enriquecem juntos – Gustavo Petrasunas Cerbasi
  • Rápido e Devagar – Daniel Kahnerman
  • Qual a tua obra? – Mario Sergio Cortella
  • Pai rico, pai pobre – Robert Kyiosaki
  • Os segredos das apresentações poderosas – Roberto Shinyashiki
  • Os sete hábitos das pessoas altamente eficazes – Stephen Covey
  • A arte da guerra – Sun Tzu
  • Não tenha medo de ser chefe – Bruce Tulgan
  • O poder dos quietos – Susan Cain
  • Empresários no divã – Luiz Fernando Garcia
  • O guia do pai rico – Robert e Kim Kiyosaki
  • A estratégia do olho do tigre – Renato Grinberg
  • A estratégia do oceano azul – Kim, W Chan/Renee Mauborgne
  • Agora é pra valer – Marcia Luz
  • Coaching para aprimorar o desempenho – John Whitmore

Essa lista foi obtida a partir do site: http://www.publishnews.com.br/telas/mais-vendidos/ranking-mensal.aspx

7 hábitos que podem prejudicar seu aparelho eletrônico

Tags

,

Olá, meu povo! Sei que andei sumida, mas a faculdade estava no final do período por causa da greve que atrasou tudo. Então, nos últimos trinta dias eu passei escondida entre pilhas de resumos, provas e trabalhos.

Felizmente, aqui estou eu de novo, aprovada em todas as matérias e pronta para me dedicar ao meu cantinho. O assunto desse post não é inédito. Na verdade, é uma adaptação da reportagem que eu vi esses dias no site de tecnologia da uol com os meus comentários sobre cada tópico.

Achei o assunto super importante porque praticamente todo mundo hoje em dia tem algum aparelho eletrônico portátil seja notebook, tablet, smarthphone, whatever. Confesso que muitas coisas ditas eu não sabia e achei muito digno vir compartilhar com vocês. Continuar lendo